Fitness e Dieta

Porque eu virei vegetariana?

Existem muitos motivos para uma pessoa se tornar vegetariana: questões de saúde, religiosas, éticas, ambientais. Os meus motivos são éticos mesmo. Isso significa que eu acho errado e não me sinto bem em comer animais. Não vou mentir, essa é uma mudança muito drástica na alimentação, então estou indo devagar, de acordo com o quanto me sinto preparada. Atualmente eu sou ovolactovegetariana, o que significa que não como nenhum tipo de animal, mas continuo comendo ovo, leite e seus derivados. Mas, como eu disse, é um processo, espero cortar esses alimentos também da minha dieta, um dia.

Tudo começou quando a minha irmã apareceu com a história de se tornar vegetariana. Ela e o meu cunhado pesquisaram bastante sobre o assunto e acabamos conversando sobre isso. Ela me mostrou o vídeo que estou compartilhando nesse post e acabei ficando muito pensativa com tudo o que eu vi. Se você já pensou em se tornar vegetariano, eu altamente recomendo que assista a esse vídeo:

Achei incrível a forma didática com que a Doutora Melanie Joy explica sua tese e abriu meus olhos para pensamentos que eu sempre tive, mas nunca tinha tido a coragem de realmente refletir sobre eles. Porque achamos tão normal comer uma vaca e tão absurdo comer um cachorro? Ambos são animais (e vaquinhas são tão fofas!) Eu nunca teria coragem de comer um cachorro ou um cavalo, então porque temos coragem de comer boi, frango e peixe? Não faz sentido.

Ainda tem muito mais, sabemos que os animais que são criados para o abate sofrem, por mais que as empresas digam que não, existem milhões de vídeos e documentários que provam que sim. Isso é muito tocante pra mim, é muito triste imaginar pelo que esses animais passam.

quoteTem ainda toda a questão ambiental e sustentável. Com o dinheiro que se gasta para alimentar uma vaquinha que depois vai virar comida poderia-se plantar muitos e muitos vegetais, que alimentariam muito mais pessoas. O futuro do mundo, eu tenho certeza, é o veganismo.

Tem sido fácil pra mim ficar longe de carne, tenho comido muito mais vegetais e arroz com feijão. Mas não vou mentir, tenho medo de estar comendo muito carboidrato (pães, massas, arroz…) já que excluí a carne da dieta, sinto que estou exagerando nos carbos – e isso engorda! -, então continuo pesquisando e buscando alternativas para esse novo estilo de vida que estou adotando. Aceito dicas e sugestões, afinal, ninguém nasce sabendo, né?

Eu já tive outras tentativas no passado de me tornar vegetariana, pelo mesmo motivo, compaixão com os animais, mas acabou não indo pra frente porque eu era muito novinha e ainda dependia da comida que a mamãe ia fazer pra mim, mas agora não tenho mais essa desculpa. E, como eu falei, me sinto mal só de pensar em comer um animal, coisa que antes não tinha chegado a acontecer. Pretendo compartilhar por aqui dicas e receitas que eu goste, espero que vocês também curtam. 🙂

Me acompanhe nas redes sociais: instagram  facebook  twitter
Snapchat: avacamagra

Amanda Ignis

Meu nome é Amanda Ignis, mas pode me chamar de Am. Sou uma sereia do Atlântico Sul. Filha de Hermes da Lufa-lufa, nasci no Distrito 4, escolhi a Audácia e caço demônios no meu tempo livre.

6 Comentários

    1. Am, parabéns pela iniciativa! Sou vegetariana há 2 anos e é a melhor decisão que tomei na vida.
      Quer umas dicas? Procure no face os grupos, cozinha vegetal, musculação vegana, TrollAjuda, Ogros Veganos e afins.
      Lá tem milhares de dicas, perguntas respondidas e etc.. um ótimo lugar pra firmar a decisão!
      E tem a Nina Carlson, maravilhosa, que dá várias dicas no YT, face e etc..
      Boa sorte e mantenha-se firme!

    1. Eu não sou vegetariana, mas já pensei no assunto. Eu não como carne frequentemente por causa disso mesmo. Gosto muito de tempero de carne. Quando minha mãe faz algum tipo de carne, qualquer um, ela faz com caldinho, sabe? Aquele que joga por cima do arroz e deixa amarelinho? Assim que funfa aqui!

      Não me sinto bem comendo animais. Mesmo.
      Ainda como Ovo, muito. Troco carne por tomate sem pensar.

      *Não parei de comer carne. Mas, como exemplo, na semana toda, como 1 ou 2 vezes, sem contar, sem intenção, sem perceber, As pessoas da minha casa já sabem e nem ligam quando não fazem carne ou fazem pouco, logo falam: “faz uma couve, ou ovo pra ela porque ela é doida e não gosta de carne”.

      Ainda lancho (raramente). Deu pra entender? kkk
      Com amor, El.

      1. Isso aí, linda! Diminuir o consumo já é um grande passo e faz uma enorme diferença no planeta. Continue assim até que você se sinta confortável a se tornar vegetariana mesmo, ou não. Faça o que for melhor pra você é se preocupe com os animais!
        Beijos!

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




@sereianda